[ENTREVISTA] Um Mundo de Lápis e Papel, Amor e Graça

“A arte cristã é a expressão da vida integral da pessoa toda que é cristã. Aquilo que o artista cristão retrata em sua arte é a totalidade da vida. A arte não deve ser apenas um veículo para um tipo de evangelismo autoconsciente.” A arte e a bíblia, Francis A. Schaeffer

Entrevista por Vitória Laís, estudante de jornalismo da UFRN.

Tornou-se automático a necessidade de sempre se buscar um fim para nossa arte. Enquanto artistas cristãos, ela não pode ser feita simplesmente para expressar beleza, tão pouco por resultados calculáveis.Precisamos parar de tentar dar resposta a tudo com nossas feituras. Recentemente, um missionário da Cru, que produz curtas-metragens para o JesusFilm, Kolten Macher, nos disse a seguinte frase: “A arte é muito boa em levantar questões, mas é péssima em responder perguntas”. Arte é sobre estimular questionamentos, pensamentos e sentimentos.Tudo o que fazemos exalta ao nome de Cristo, pois Ele vive em nós, ou seja, os resultados virão do Espírito Santo.

O artista por trás dos desenhos, Aquila Faria.

E o Aquila Faria, artista, natural de Felixlandia – Minas Gerais, que hoje estuda Artes Visuais na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)  nos leva a entender melhor sobre a arte como forma de levantar questionamentos eexaltar o nome de Cristo. O jovem artista leva nossos pensamentos em uma viagem junto com seu personagem; ao céu, ao mar, aos braços do Pai, ao pó, ao nosso interior; leva-nos a lugares irreais, mas ele nos faz voar, nos tira desse mundo aqui e nos faz viver – por mais que por instantes rápidos – um mundo de lápis e papel, coberto por muito amor, entrega, sinceridade e arte. Esse rapaz de apenas 19 anos abre seu caderno e também seu coração para nos encher da graça e amor que o Pai derrama nele.

Em suas publicações no Instagram e Facebook, Aquila publica sua arte diariamente, além de escrever lindos textos cheios de inspiração, abrindo seu coração pecador e nos fazendo refletir. É inevitável não olhar seus desenhos e sentir-se diante de um espelho, talvez esse seja o ponto que nos atrai tanto, somos nós retratados ali, desde momentos de angústia ao colo do Pai. Fomos conversar com esse artista, que se deixa inspirar por Cristo e nos inspira, sobre sua trajetória nesse mundo colorido.

Cristão Diferentão – Como a arte entrou em sua vida?

Aquila – Bom, eu tenho um carinho pela arte desde que me entendo por gente. Lembro-me de meus pais me dando folhas e lápis para produzir alguma coisa durante o culto quando eu era bem criança. Desde sempre eles me apoiaram muito nisso, até mesmo por que eles também são artistas (os pais de Aquila são artesãos e missionários) resumindo: desde criança já estava inserido no mundo da arte.

Cristão Diferentão – Olhando suas publicações no Instagram, do início ao fim, percebi muitas mudanças, não só no traço, mas também na abordagem dos seus desenhos. O que te levou a essa mudança?

Aquila – Eu particularmente fico muito alegre quando as pessoas percebem isso!
Quando eu comecei a desenhar, eu já fazia esse tipo de desenhos que eu posto hoje, com mensagens sobre o Amor de Deus e sobre outras inúmeras passagens bíblicas. Mas depois eu decidi lapidar mais meu traço e acabei indo para uma linha mais realista, desenhando pessoas. Essa foi uma época em que eu cresci consideravelmente no Instagram, mas eu sentia falta de passar alguma mensagem para as pessoas, não estava satisfeito com o que fazia, por mais que eu e muita gente amasse. Fiquei quase um ano sem produzir nada – chamo isso de bloqueio criativo, mas acredito que foi mais uma intervenção de Deus em minha mente do que outra coisa [risos]. Após esse episódio, eu comecei novamente com a produção de uma arte que passasse a mensagem das boas novas de Jesus… E estou nessa até hoje, graças ao bom Deus!

Cristão Diferentão – Nas suas publicações, encontrei pouquíssimo sobre você, por quê?

Aquila – Bom, durante muito tempo esse perfil foi misturado, pessoal e com desenhos, uma bagunça… Hoje eu acredito que minha arte fala muito por mim, que qualquer pessoa pode me conhecer e saber quem sou por meio dela. O personagem (menino vestido de preto e careca) é inspirado em mim, na minha personalidade.
Outra coisa que eu prezo e lembro diariamente é que o foco dos desenhos não é a minha pessoa, não sou eu quem criou o universo e morreu no lugar de todo mundo. O perfil serve para mostrar o Verdadeiro Amor, Aquele que viveu, morreu e ressuscitou por amor a todos nós. Eu prefiro ficar de canto, afinal, sou apenas o instrumento d’Ele para tudo isso. Toda glória a Ele.
Mas eu tenho meu Instagram pessoal, lá eu deixo mais meus amigos e pessoas do cotidiano me seguirem, mas eu sou muito aberto em fazer amizades [risos].

Cristão Diferentão – Suas publicações e desenhos falam muitos aos nossos corações. Você tem recebido mensagens de retorno com testemunhos?

Aquila – Nossa, uma coisa que eu acho fantástica e morro de felicidade são as mensagens que recebo! Todo dia um testemunho diferente falando do desenho que serviu direitinho para a vida de alguém. É maravilhoso, pois vejo o cuidado de Deus com cada um daqueles que acompanham o Instagram. Acho incrível e confesso que me pego chorando muitas vezes de felicidade em ver que Jesus está agindo na vida das pessoas por meio dos meus desenhos.

Agradecemos, pais do Aquila, ele aprendeu direitinho a como ser um grande artista e ainda assim cumprir a grande comissão, falando do amor de Cristo a tantas pessoas através do dom que o Senhor lhe deu. Nós agradecemos, afinal, toda publicação é um presente aos nossos olhos e corações.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s