Os hipócritas contra o aborto

Sempre fui contra o aborto, mas descobri hoje que sou um grande hipócrita.

Não me lembro de algum dia ter oferecido ajuda para alguma mãe solteira, nem financeiramente, nem de amizade, não me lembro de me oferecer para levar seu filho para um parque qualquer dia para que ela tenha um tempo sozinha, não me lembro de oferecer minha casa como refúgio, ou de ir atrás de vagas em escolas e médicos para poupar um pouco do seu trabalho.

Não me lembro de visitar um orfanato e tentar ser um amigo para qualquer uma das crianças abandonadas, não me lembro de levar comida pra pessoas de rua, que também já foram crianças e precisam de ajuda. Não me lembro de comprar coisas novas e dar para pessoas que não tem alguém que as presenteie e por consequencia, muitas vezes, se sentem rejeitadas, abandonadas, a margem.

Quando penso em uma mulher querendo abortar, penso no quanto ela deve estar desesperada. O quanto ela deve estar sem esperança na vida, no futuro, – em si mesma e nos outros. só de pensar sinto um aperto e angústia.

E quando lembro de todas essas situações penso que não posso falar nada sobre quem deseja abortar porque na verdade eu nunca me importei de verdade com essas pessoas, nunca amei de verdade. Nunca fiz nada que justificasse minha “preocupação”.

Ainda me falta amar meu próximo como eu amo a mim mesmo.
Quero ser a favor de todas as vidas!

Texto com pequenas alterações (texto original publicado no Facebook de Vinicius Castro no dia 01/12 de 2016).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s